quarta-feira, 2 de outubro de 2013

A perda da inocência


Uma criança mede o futuro:
com  a imprecisão dos pequenos gestos
descobre a minúcia assassina de um movimento.


Rui Nunes, Armadilha, Relógio D’Água, 2013, p.8.


Sem comentários:

Enviar um comentário