quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Coisas muito boas




 
O Prémio PEN de Poesia de 2012 foi hoje atribuído ex aequo a Hélia Correia, por A Terceira Miséria, e a Manuel de Freitas, por Cólofon.
O júri foi constituído por Maria João Cantinho, Teresa Martins Marques e Manuel Gusmão. Os outros finalistas eram Francisco Niebro, Armando Silva Carvalho e Nuno Júdice.
Trouxemos aqui ao blog, em diferentes ocasiões, poemas de um livro (des)encantado sobre a Europa que se vai e os clássicos perdidos. Dos deuses deixados sós. Da Grécia ignorada, a mítica, a nossa. Uma leitura fascinante e surpreendente. Um grande livro. Justíssimo prémio.
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário