sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

A ideia de Europa (III)


Ele [Claudio Magris] é um dos construtores da ideia da Mitteleuropa. Nós pensamos na Europa do Danúbio para cá. A nossa Europa, como dizia o Tony Judt, corresponde à fronteira de Carlos V, a fronteira leste do Carlos V para cá: a Inglaterra não fazia parte, a Espanha era reino do Carlos V mas não era império e Portugal também não. Mas eram cunhados, eram família. A nossa Europa é essa. Agora com o alargamento, a Europa é uma coisa completamente diferente que não conseguimos integrar, não sabemos como vai ser. Sabemos que eles tinham exigências de todos os géneros, estavam habituados a uma péssima qualidade de vida, debaixo da pata dominadora de um regime totalitário. E de repente isto está tudo a alterar-se. A Europa proporcionou que eles entrassem como uma espécie de almofada de defesa quer em relação à Rússia quer em relação ao Irão e aos mísseis e às ameaças atómicas, mas na realidade não se sabe o que vai acontecer.


Vasco Graça Moura em entrevista a Ana Sousa Dias, O impaciente europeu, Ler nº131 (Janeiro 2014), p.39.


Sem comentários:

Enviar um comentário