terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

A muralha do hóquei




Pensei que rinques de hóquei patins, ladeados por um público eufórico, com pavilhão a rebentar pelas costuras, e em brasa, era coisa de um passado que ia ficando cada vez mais longínquo (excepções: uma final da taça dos campeões, um clássico decisivo, uma visita do Barcelona). Afinal, mora em Valongo o último bastião nacional que mantém a tradição e não vai cá em futsal, superbowl e outras tretas. À antiga portuguesa, de resto, a emotiva e bem jogada vitória, sobre o vice-campeão nacional, este fim-de-semana, com o golo decisivo a surgir a 2.7 segundos do fim. Líderes da classificação…e da nostalgia, a Associação Desportiva de Valongo. Já não há clubes e adeptos de hóquei assim.


1 comentário:

  1. a vitória foi contra o campeão europeu e mundial. por mais que isso te custe.

    ResponderEliminar