domingo, 2 de março de 2014

Na demanda do bom professor (IV)





Ademais, dir-se-á que a formação que ministra obterá os resultados que a sociedade (e o próprio) dela esperam se for capaz de, simultaneamente, forjar o (sólido) humano, o cidadão (consistente) e o futuro profissional (competente) que, na escola, vem completar a aprendizagem em família (Navarro, 2010). A escola não deve, aliás, limitar-se a reproduzir os ensinamentos bebidos em casa pelos mais jovens (há, nela, uma dimensão de inovação), ainda que não se fixe, necessariamente, em contrariá-los (em particular, a pauta axiológica nela recebida): será espaço intermédio entre a família e comunidade social na qual haverá um continuum entre instrução e educação. 


Sem comentários:

Enviar um comentário