domingo, 18 de maio de 2014

A um dia dos exames nacionais de Português





Professor, a minha filha vai faltar, porque tem andado muito stressada com os exames. Tem vomitado, anda nervosa, problemas gástricos. Sim, sim, confirma a Professora, a miúda, nos exames de preparação desatou num pranto, chorou, chorou, chorou e não conseguiu fazer nada, bloqueou completamente.

Ando mais nervosa eu do que ela, diz, no entanto, outra mãe sobre a educanda.

A minha já anda em explicações há meses. Mas, nestes dias, mais intensificadas, acrescenta a encarregada de educação ao lado.

A nossa professora diz que desta turma ninguém vai chumbar, atiram, em uníssono e com confiança cega, os alunos.

Os professores não vão poder estar nos exames a ler um livro, um jornal, a utilizar o telemóvel, seja o que for. Por favor, não façam fraude nos exames. É uma vergonha para vós, para os vossos pais e para os professores. E, se fizerem, serão, por certo, apanhados, porque os professores vigilantes nem sequer se podem distrair com outra coisa, adverte o Professor.


Sem comentários:

Enviar um comentário