segunda-feira, 12 de maio de 2014

Lopetegui, Jorge Mendes, e muitos milhões


Se alguém se senta a escutar as opiniões acerca da competência e características do próximo treinador do FCP, Lopetegui, nos mais diversos programas de debate futebolístico que passam nas nossas televisões ao Domingo à noite, fica com a noção de que o ex-técnico das selecções espanholas de sub19 e sub21 foi uma escolha, no fundo, instrumental, face a um outro grande objectivo. Seja, seguindo a SicNotícias, na versão Rui Santos (aparentemente, partilhada por António Oliveira) – se o FCP quer ser campeão na próxima temporada necessita que Jorge Jesus não treine o slb; Jorge Jesus é agenciado por Jorge Mendes; o FCP tinha/tem(?) más relações com o empresário Jorge Mendes; Julen Lopetegui tem como um dos seus representantes Jorge Mendes; o FCP, contratando Lopetegui, reaproxima-se de Jorge Mendes; da aproximação a Jorge Mendes o FCP espera retirar proveito, em particular a saída de Jorge Jesus do slb, fundamental para o FCP ter hipóteses de vencer o próximo campeonato (versão 1); seja seguindo os jornalistas da TVI24 – onde na versão 1 se encontra o argumento “o FCP precisa que Jesus saia do slb”, na versão 2 observa-se a necessidade de “o FCP contratar muitos jogadores para a nova época, dada a fragilidade do actual plantel; Jorge Mendes agencia muitos e bons jogadores”, mantendo-se o restante raciocínio constante (face à versão1; note-se, claro, que as duas versões não são contraditórias e poderá pensar-se, inclusive, que um plano rebuscado, por parte da entidade empregadora, tê-las-ia contemplado em simultâneo – o ex-guarda-redes de Barcelona e Real Madrid é, em rigor, em teses mais ou menos conspirativas/maquiavélicas e que, objectivamente, acabam por desvalorizar o talento/saber/competência de Lopetegui, colocado como verdadeiro isco de uma estratégia de aproximação ao empresário Jorge Mendes, que ganha, deste modo, um inusitado protagonismo, surgindo mesmo como o factor (determinante) no futebol português (João Bonzinho, na passada sexta-feira (09/05/14), garantia, em artigo publicado no jornal Abola, que Mendes nada teve a ver com o negócio Lopetegui e que não trabalhará com o FCP enquanto a actual estrutura dirigente estiver à frente do clube). A dependência dos clubes portugueses face a este empresário chega a ser comparada, por António Oliveira, à da Olivedesportos.

De resto, a noite futebolística, é pródiga em informações/revelações:

- o AC Milan está interessado em Jorge Jesus, que terá sido convidado por 2 ou 3 clubes russos, em propostas que irá rejeitar, bem como chamadas vindas de França. Já o campeonato italiano será, para o técnico, sedutor (informação avançada por Pedro Sousa);

- o FCP fez proposta por Evandro, do Estoril, no valor de 1 milhão €. A proposta deverá ser aceite (outra das novidades introduzidas por Pedro Sousa; isto, no dia em que o jornal Record dava como certo que Ricardo, guarda-redes da Académica, irá assinar por três épocas com o FCP);

- Leonardo Jardim tem proposta formal do Mónaco, mas não existiram, ainda, conversações entre clube francês e o treinador. Frank de Boer é outra forte hipótese para os monegascos (de novo, Pedro Sousa);

- Leonardo Jardim auferirá, actualmente, 25 mil€/mês, tendo recebido proposta de renovação, por banda de Bruno de Carvalho, com incremento de 10 mil€ mensais (afiançou Eládio Paramés);

- Marco Silva recusou proposta do SC Braga, pelo que a ida para um dos clubes lisboetas parece provável (Pedro Sousa assinalou);

- Luis Filipe Vieira aceitará, sem hesitações, os 7 milhões da cláusula de rescisão de Jorge Jesus e, novidade, tem já 2 treinadores estrangeiros de reserva (informou Eládio Paramés);

- A filha de Pinto da Costa trabalhará já no FCP e Alexandre Pinto da Costa disse a variadas pessoas, a dada altura da época, que Antero Henrique não teria estado bem na preparação ou gestão da época (revelou Manuel Queiroz que acrescentou um “veremos que jogadores agenciados por Alexandre Pinto da Costa estarão no plantel do FCPorto na próxima época”; isto, numa noite em que até Marcelo Rebelo de Sousa contou que há 3 semanas, Alexandre Pinto da Costa lhe ligara, garantindo nenhum poder possuir, nem ambições de o vir a alcançar, no FCP);

- O ex-árbitro Pedro Henriques fez análise detalhada de benefícios e prejuízos de arbitragem de cada clube, na actual edição do campeonato português, e chegou à conclusão de que o clube mais prejudicado na época 2013/2014 foi o FCPorto, com sete pontos de prejuízo.




1 comentário:

  1. uma analista de fora escreveu com interesse sobre os motivos da contratação do Basco.

    Porto : La révolution Lopetegui passera par les jeunes

    Entre la crise économique et les règles imposées par le fair-play financier, les clubs portugais dévient leurs regards et leurs investissements vers la formation. Le Benfica ne cesse d’en parler et les résultats de ses U19 – finalistes de la Youth League (la C1 de la catégorie) - semblent leur donner raison ; la renaissance du Sporting s’explique en grande partie par son vivier qui demeure la référence nationale.En embauchant Lopetegui pour trois ans, Porto lance, à son tour, un signal fort. Il parie sur un formateur, un éducateur qui se voit confier un bel outil. L’équipe b du FCP occupe la deuxième place de D2 (seuls trois joueurs de plus de 23 ans peuvent être inscrits sur la feuille de match des équipes b). Et derrière, les nouvelles générations poussent. Concurrencés par les chères recrues étrangères, les made in, comme Candeias, Paulo Machado, Hélder Barbosa ou Josué, étaient jusqu’ici zappés par les Dragons. Alors Lope va-t-il dopé l’apparition de nouvelles jeunes pousses ? A moins que le FCP ne vise son important réseau de recruteurs qu’il avait tissé lors de son passage au Real. Ou peut-être est-ce tout cela…

    http://eurovisions.eurosport.fr/football/porto-la-revolution-lopetegui-passera-par-les-jeunes_sto4243238/story.shtml

    ResponderEliminar