sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Os "inéditos" da propaganda desportiva

capa jornal record

Há um ano, não pouco zelo de um árbitro italiano fez expulsar Herrera, aos 5 minutos de um FCP-Zenit (de Hulk, Witsel e Danny), para a Champions. Um FCP estóico enviou 2 bolas aos postes/barra, até a 5 minutos do fim os russos consumarem a vitória. Muitos aplausos, no fim do jogo, no Dragão para os jogadores do Porto
No tempo de Jesualdo Ferreira, estive, também, no estádio do FCP a assistir à segunda mão dos 1/8 final da Liga dos Campeões, em desafio no qual Fucile seria expulso a cerca de meia hora do fim e, ainda assim, Lisandro López faria o golo da vitória portista, em cima dos 90', levando o jogo a prolongamento. Mesmo com a derrota (na eliminatória) nos penalties, a ovação unânime de um estádio de pé sublinhou toda a entrega da equipa da casa. 
Finalmente, na época 2002/2003, 1/4 final da Taça Uefa, no antigo estádio das Antas sigo ao vivo a derrota dos dragões frente ao Panathinaikos. Terminado o encontro, o público não regateia aplausos aos visitados, mostrando crença na reviravolta da eliminatória (que viria a ocorrer, no prolongamento de Atenas). 
Isto, só assim de memória.

Sem comentários:

Enviar um comentário