quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Da série: "é difícil marcar penaltys nas Antas no último minuto" (IV)



Época 2009/2010. Campeonato. 15ª jornada. Dragão. O FCP vai vencendo o Vitória de Setúbal por 3-2. Penalty contra o Porto, diz o árbitro. Felizmente para os portistas, Hélton defende e o FCP fica na luta pelo título mais umas jornadas. O treinador do Porto era Jesualdo Ferreira.
Ficam só estes quatro exemplos (ver posts anteriores) de memória (não fiz nenhuma busca exaustiva). Por aqui se prova que nas Antas ou no Dragão não é difícil marcar-se penaltys no último minuto (pelo menos, contra o Porto). O resto é a desonestidade intelectual do costume. Gostava de ver cromos para troca, mas todos sabemos onde é difícil, senão impossível, marcar penaltys no último minuto, em Portugal (contra a equipa da casa).

Sem comentários:

Enviar um comentário