sábado, 4 de outubro de 2014

Querer contar


Vai animado o panorama jornalístico, em Vila Real. A suspensão de A voz de Trás-os-Montes suscitou uma série de respostas para procurar colmatar, mas também, há que dizê-lo, lucrar com, o vazio gerado (a proliferação de respostas é, em si mesma, uma manifestação desse sentimento de vazio): jornal novo a nível local/regional; novas rubricas ou destaques e desenvolvimentos temáticos em áreas que até então não haviam merecido tanta atenção, em outros periódicos; produção de mais informação por parte de media existentes. E com o regresso do jornal que desencadeou esta resposta na cidade ainda no horizonte de muitos. Boa a preocupação com a polis, o interesse pela vida comum; espaço para bem maior criatividade, outros assuntos, outra opinião, outra abordagem em projectos que nascem ou se revigoram. Talvez se mova - a nossa terra -, mas é possível e necessário, claramente, um outro andamento. 

Sem comentários:

Enviar um comentário