domingo, 25 de dezembro de 2016

Religião em Roma


Resultado de imagem para lupercalia

Os romanos sabiam que os deuses existiam; não acreditavam, propriamente, neles. Em Roma, na religião romana, não há algo como "um sistema de crenças", nem, tão pouco, um livro sagrado. Há um conjunto de rituais a observar para agradar aos deuses, e, em algo correndo mal, das sementeiras às colheitas, é na forma, na correcta observação do rito que se coloca a questão. A religião não está ligada, pois, a uma dada moralidade pessoal, nem a uma salvação pessoal. O calendário está organizado em festividades que o religioso também marca e que, por exemplo, em Fevereiro desafia a concepção/imagem que tenhamos dos romanos como conservadores: jovens homens nus, pelas ruas, de chicote em punho para com as raparigas que encontrassem (isto, durante o festival de Lupercalia), que Shakespeare trará à cena em Júlio César

Sem comentários:

Enviar um comentário