sexta-feira, 7 de abril de 2017

Médicos (II)


Só nos últimos três a quatro anos emigraram mais de 3 mil médicos, um valor muito superior ao dos últimos 50 anos. E, no caso dos jovens, a situação é crítica (...) Um estudo de Constantino Sakellarides (ex-diretor Geral da Saúde), mostra que um aluno de medicina custou ao Estado, no final do curso, 60 a 100 mil euros, consoante a faculdade. A isso ainda se somam os gastos com o internato comum e o da especialidade. Há quem calcule que formar um médico custa 250 mil euros. (...) Neste momento, [as faculdades de Medicina] formam, de facto, mais [médicos] do que o país tem necessidade.

Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos, em entrevista a Emília CaetanoVisão nº1257, de 06/4 a 12/04/2017, p.14

Sem comentários:

Enviar um comentário