sexta-feira, 7 de abril de 2017

Médicos

Resultado de imagem para médicos

Em Portugal e no activo haverá uns 45 mil [médicos]. Destes, cerca de 27 mil estão no SNS, incluindo uns 9 mil ainda em formação. Os outros ou estão reformados ou a trabalhar no sector privado em exclusividade, o que já é o caso de 12 mil médicos. (...) No entanto, hoje o SNS está a cair por dificuldades várias, sobretudo a do capital humano. (...) Portugal está na cauda da Europa relativamente à qualidade de vida depois dos 65 anos. (...) [O SNS] vai oferecendo cada vez menos serviços [...] O SNS está a perder características como a equidade de acesso. E os utilizadores do privado são cada vez mais, embora as pessoas com seguro paguem 35 a 40% do seu bolso, um dos valores mais altos da Europa. Dentro do SNS ainda há a ADSE, que cobre mais de um milhão e 200 mil pessoas e é, assim, um sistema que o Governo nunca deixará. (...) Se o Estado lá pusesse 400 mil euros, ainda era lucro. Mais de 50% dos utentes da ADSE recorrem ao privado. Se não fosse assim, o sistema público não teria capacidade. A ADSE funciona como almofada do SNS.

Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos, em entrevista a Emília Caetano, Visão nº1257, de 06/4 a 12/04/2017, p.13

Sem comentários:

Enviar um comentário