sábado, 1 de abril de 2017

Pensar de pernas para o ar


Que tipo de profissionais querem recrutar as empresas tecnológicas de Silicon Valley? Se lhe desse três hipóteses para responder, aposto que em nenhuma delas diria filósofos. Pois fique sabendo que além de engenheiros, matemáticos ou físicos, estas empresas procuram cada vez mais especialistas em Filosofia para cargos como "futurologista", "desenhador de ética" ou "analista de procedimentos". E porquê? Segundo o ElMundo, que dedicou esta semana na revista Papel de domingo um artigo ao assunto, para ajudarem a pensar e razoabilizar o futuro e a ponderar as questões éticas e os dilemas morais que as evoluções tecnológicas trazem. Faz sentido, sobretudo quando se avança na Inteligência Artificial, que trilha caminho no que já foi uma quimera e agora já é realidade: meter as máquinas a aprender e a pensar, essa actividade outrora apenas atribuível ao Homem.

Mafalda Anjos, Péricles e Nietzsches, procuram-se, in Visão nº1256, 30/03 a 05/04/2017, p.24

Sem comentários:

Enviar um comentário