segunda-feira, 24 de julho de 2017

Historiografia portuguesa


Acho que, no panorama geral, o que está a fraquejar algo [na historiografia portuguesa] é a História moderna, porque a contemporânea tem larga expressão, se bem que eu não sei se se está a fazer a melhor historiografia. Sinto que estamos a correr um risco, neste momento, que é incorrer numa narratividade. Uma história narrativa pode ser feita, mas é difícil fazê-la bem, sem estarmos a fazer meras descrições, sem grande interpretação e sem grande conteúdo reflexivo. Mas vejo com alguma preocupação a parte moderna, a parte, até, da nossa expansão...

Maria Helena da Cruz Coelho, primeira mulher a ensinar História na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, primeira mulher a ascender à posição de Professora Catedrática, no Departamento de História, em entrevista a Pedro Olavo SimõesHistória - JN, nº8, Junho 2017, p.62

Sem comentários:

Enviar um comentário