segunda-feira, 12 de março de 2018

Sem pruridos


Por razões bastante óbvias, nenhum presidente antes de Trump e pouco políticos alguma vez vieram do negócio imobiliário: um mercado pouco regulado, baseado em dívida substancial, com exposição a frequentes oscilações de mercado, depende frequentemente dos favores do governo, e constitui uma moeda de troca muito apreciada para dinheiros problemáticos - isto é, lavagem de dinheiro. O genro de Trump, Jared Kushner, o pai deste, Charlie, os filhos de Trump Don Jr. e Eric, a filha Ivanka, e mesmo o próprio Trump, todos basearam os seus negócios, em maior ou menor grau, no limbo duvidoso do cash flow internacional não limitado e no dinheiro «cinzento». Charlie Kushner, a cujo negócio imobiliário o genro de Trump, e seu importante assistente, estava completamente ligado, já cumprira pena numa prisão federal por evasão fiscal, manipulação de testemunhas e donativos de campanha ilegais

Michael Wolff, Fogo e fúria. Dentro da Casa Branca de Donald Trump, Actual, Coimbra, 2018, p.32

Sem comentários:

Enviar um comentário