segunda-feira, 11 de junho de 2018

Memórias (II)


Epicédio

      Em memória de Alberto Miranda

Partiste para Além sem me dizer
Que a hora da partida era chegada;
Que irias ao encontro daquele Ser
De Quem tua alma andava enamorada!

Entrevejo teu estro a resplender
Nos outeiros da célica morada
Onde o Sol não conhece o entardecer,
E a manhã cristaliza em alvorada!

Partiste para longe! A Poesia
Ficou de luto, após o mesmo dia
Em que entre nós um astro se eclipsou!

Mas para lá do manto azul, sidéreo,
Nessa Pátria Eviterna de mistério,
Nova luz todo o céu iluminou!

Padre Minhava
Vila Real, 24-10-1992

Sem comentários:

Enviar um comentário