terça-feira, 7 de agosto de 2018

Nome, memória


Dos que sabemos o nome, e que os carrascos quiseram transformar em números com vista à sua desumanização, e de muitos outros que ficaram anónimos. O dever de nunca esquecer a Shoa.

Sem comentários:

Enviar um comentário